Beleza

Um assunto que persegue bastante a mulherada, a celulite.

O que é?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a celulite é caracterizada pela aparência ondulada da pele de algumas áreas do corpo, gerando aquele aspecto de “casca de laranja”. E a presença destas indesejáveis depressões é causada principalmente pelo excesso de gordura no tecido (pele). Esse excesso comprime os vasos sanguíneos, dificultando a entrada de oxigênio e nutrientes nas células e a liberação de toxinas. Este fator provoca uma reação inflamatória no organismo: ele recruta as fibras de colágeno, que se endurecem, formando uma trava que encarcera, ou seja, tranca a gordura, dando origem ao famoso ‘furinho’.

463187-Como-evitar-celulites-1

Onde, e com quem, ocorre

Apesar de afetar em torno de 85% a 98% das mulheres após a puberdade de todas as raças, a celulite é raramente observada em homens, mas pode ocorrer quando eles apresentam algum desequilíbrio hormonal. A celulite tende a ocorrer nas áreas onde a gordura está sob a influência do estrógeno (hormônio feminino), como nos quadris, coxas e nádegas; também pode ser observada nas mamas, parte inferior do abdome e braços.

Obesidade

E ao contrário do que se ouve por aí, a obesidade não é condição necessária para a existência da celulite; há mulheres magras com celulite. No entanto, se a pessoa está acima do peso, a perda de peso pode reduzir consideravelmente sua celulite.

Causas

Apesar de a luta contra a celulite ser eterna para muitas mulheres, são inúmeras as causas dos furinhos que atrapalham tanto a vida das mulheres:

  • Predisposição genética;
  • Alterações hormonais e circulatórias;
  • Alimentação desequilibrada;
  • Fumo, stress, vida sedentária;
  • E o uso de pílulas anticoncepcionais, são alguns fatores que contribuem para aparecimento ou o agravamento da celulite.

Como amenizar

A celulite não tem cura, mas pode ser amenizada e ficar praticamente imperceptível em alguns casos. Mas para isso é preciso procurar um médico para avaliar em qual grau ela se encontra, buscar o tratamento mais adequado, mudar os hábitos alimentares e fazer exercícios físicos. Quanto mais destes itens estiverem associados, melhor será o resultado. Os benefícios não são apenas estéticos, mas vêm associados com a melhora do bem estar e da disposição para enfrentar o dia. A primeira coisa a fazer, é descobrir de onde vem a celulite e, é aqui onde se inicia o exame médico e a avaliação dos seus hábitos. A doença pode ser genética ou resultado do seu estilo de vida ou, ainda, pode estar associada ao mau funcionamento dos seus hormônios.

Fases da celulite

As fases da celulite (ou graus da celulite), são descrições que determinam o quão avançada a inflamação encontra-se. Tecnicamente, esses estágios são 4 (quatro):

  • Grau 1: a depressão (furinho) aparece quando o local é comprimido, ou seja, quando você aperta a pele. Esse é o estágio que toda mulher gostaria de estar, pois ainda é possível reverter o quadro tranquilamente, somente com exercícios e uma alimentação balanceada (reeducação alimentar).
  • Grau 2: apresenta o formato de “casca de laranja” sem você precisar apertar a pele. Nesse estágio a recuperação é possível, principalmente com o uso de procedimentos especializados. No entanto, o processo já se torna um pouco mais complicado.
  • Grau 3: você sente dor no local quando aperta. O tratamento, para o Grau 3 é o mesmo do Grau 2, só que serão necessárias muito mais sessões para uma boa recuperação. É necessário compreender que a recuperação, nesse caso, já não é garantida. Os resultados podem ser excelentes, mas a melhora pode não ser total.
  • Grau 4: o tecido fica duro, você sente dor constante no local e existe fibrose, que é o acúmulo de tecido, deformando a pele.

Mas lembre-se, antes de realizar qualquer procedimento, procure seu médico, ele é o profissional mais capacitado para lhe recomendar qualquer tratamento.

Via: http://www.forquilhinhanoticias.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s