Saúde

Má alimentação e estresse podem aumentar as caspas

caspa
Caspa, seborreia e oleosidade são a mesma coisa. Para quem sofre com este incômodo, não é nada fácil encontrar a forma mais adequada de acabar com o problema.
A caspa surge em razão do aumento da produção de óleo pela glândula sebácea e consequente descamação do couro cabeludo, que faz com que apareçam os floquinhos que caem sobre a roupa.
Além da descamação, o excesso de oleosidade é responsável pela proliferação de fungos, o que piora a caspa. Os fungos são um agravante e tornam a caspa um problema crônico. O estresse, a má alimentação, com ingestão de muito açúcar e gordura animal, e água quente durante o banho são fatores que também contribuem para o surgimento das caspas, além da genética favorável ao couro cabeludo oleoso.
Tentar se ver livre do problema apenas com o uso de xampus, que são lançados frequentemente no mercado, não é a melhor saída. É preciso que a pessoa consiga alcançar a sebo-regulagem, ou seja, ter um controle da produção de óleo do couro cabeludo para acabar com a caspa por meio da análise de um especialista, que deverá fazer exames para diagnosticar as causas e possibilidades da presença de fungos.
Entre as consequências da caspa, a mais indesejável é a inflamação do couro cabeludo, conhecida como dermatite seborreica, que traz coceira e a temida queda de cabelos.
Para que isso não aconteça é aconselhável que se procure um profissional caso a caspa esteja se tornando um problema constante.
Fonte: http://diarioms.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s